23.11.2022

Escrever essa postagem é algo que parece até anti-natural, porque esse lugar além de muito conhecido, para mim é como um segundo lar. Sim, falar do Outback parece estranho porque não é como um restaurante que eu fui explorar na cidade, mas sim  um espaço onde nos últimos 4 anos construí as minhas melhores memórias, criando uma tradição de ir jantar todo fim de semana com a pessoa que se tornou também, o meu parceiro de vida.

Então esse espaço tem cheiro de casa, cheiro de amor, de romance, lágrimas, risadas… E toda essa emoção travestida em basicamente 4 pratos. Porque além de irmos todo fim de semana, sempre fizemos questão de pedir as mesmas coisas.

O Chicken fingers jumbo era quase uma lei. Variando com salada Ranchito, Arroz pilaf e Mac&cheesse. Eventualmente uma massa, a pasta primavera ou steakhouse pasta. Raramente um hambúrguer de costela. Quase sempre uma limonada rosa ou laramora, as vezes um chá. De sobremesa sempre smores e algumas poucas vezes, cinnamon oblivion.

Com isso encerro esse post cheio e carinho. Que esses sabores fiquem eternizados com todo amor vivido dentro desse espaço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *